CLICK HERE FOR FREE BLOG LAYOUTS, LINK BUTTONS AND MORE! »

sexta-feira, 3 de abril de 2009

"...E sabe que acho que essa força bonita de mim nasce dos lugares mais mofados e lodosos que uma pessoa pode chegar, e sabe também, que acho que a melancolia me cai bem – me faz mais realista, mais condimentada, como eu deveria ser. É estranho também, ver a necessidade mórbida da maioria das pessoas. Pode perceber: os mais admirados são os que mais sofreram, ou de doença, ou de fome, ou de amor... Mas nessa eu não vou me enquadrar: não vou morrer de AIDS (como os gênios da melancolia de hoje em dia) nem de tuberculose (como os do passado). Vou viver, meu bem, e só vou me entregar à morte se o motivo for amar demais.


Acho que vou morrer de amor...".


(Dani Cabrera, Trecho de "Os Impublicáveis")

7 Comments:

Anônimo said...

simplesmente lindo! parabens!
continue escrevendo e nos inspirando... suas palavras serão citadas mtas vezes! beijos

Cris said...

Texto fantástico.
Me lembrou Renato Russo quando diz:

"(...)Me sinto tão só
E dizem que a solidão até que me cai bem(...)"

Abraço.

wordsneversaid said...

vc tem um bom gosto (Caio F. nos textos 'só pra lembrar...') adoro Caio!

Mariana Daltro said...

Muito lindo =)
seus blogs são magnificos.
continuarei lendo seus textos. Eles me acalmam como nunca. assim como 'do amor que sinto'

Anônimo said...

Tb só aceito morrer por esse motivo... amor!!!

Sophia Vieira said...

Arrasou!!!!
Adorei, muito mesmo!!!!!!!

RENATA LORENA. said...

Olá Dani.

Simplesmente adorei.
Em poucas palavras você expressou as coisas pelas quais vale á pena viver e em uma única palavra expressou a única coisa pela qual vale á pena morrer: o amor! Tbém morreria por ele; e morro. Parabéns. A pouco criei meu blog (se alguma hora estiver entediada) passa por lá. rs. Estou apenas começando (atrapalhada como sempre!), fazendo novas, criativas e especiais amizades. Bj.